Governo
09 Junho de 2021 | 19h06

Reino dos Países Baixos apoia Angola no combate à corrupção

Angola conta com o apoio do Reino dos Países Baixos no combate à corrupção e recuperação de activos adquiridos de forma ilícita.

A garantia foi dada pelo embaixador do Reino dos Países Baixos, em fim de missão, Anne Van Leeuwen, no final da audiência com o Presidente da República, João Lourenço, realizado nesta quarta-feira, 9 de Junho, no Palácio Presidencial.

Durante a audiência, foi passada em revista assuntos relacionados à cooperação entre Angola e os países do Reino, aos resultados alcançados e aos desafios que Angola enfrenta, com destaque para a luta contra à corrupção.

O diplomata disse à imprensa que o Reino dos Países Baixos vai continuar a apoiar o combate à corrupção e a recuperação de activos adquiridos de forma ilícita.

"Nós, os Países Baixos, e a comunidade internacional prometemos o nosso apoio de continuar a dar assistência sempre que for necessário nestas matérias”.

A diversificação da economia angolana esteve também no centro do diálogo entre o Presidente da República e o diplomata.

Anne Van Leeuwen aplaudiu o trabalho que está sendo feito, tendo reconhecido que o país é dependente do sector petrolífero e gás, e precisa trabalhar muito, no sentido de reformar a economia e criar novos postos de empregos. 

"Nós, a nível dos Países Baixos, somos líderes nestas matérias de diversificação económica, tanto no sector agrícola e logística. Pretendemos dar aqui a nossa assistência, para a criação de emprego, condições de vida para as populações, bem como para exportação de produtos angolanos para outras paragens do mundo, disse o diplomata.

O embaixador do Reino dos Países Baixos, em fim de missão, trabalhou três anos em Angola e durante este período visitou todas as províncias que lhe permitiu ter uma visão real do país.

Anne Van Leeuwen vai agora exercer o mesmo cargo em Bangladesh depois de deixar Angola.