29 Setembro de 2020 | 12h09

RECUPERADOS 106 PACIENTES

Angola regista mais dois óbitos e 79 casos positivos

O país registou mais dois óbitos por COVID-19, 79 casos positivos e 106 pacientes recuperados nas últimas 24 horas.

Os óbitos, ocorridos em Luanda, são de cidadãos nacionais do sexo masculino, com 59 e 70 anos, segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, nesta segunda-feira, 28, no ponto informativo sobre a COVID-19.

Dos 106 pacientes recuperados, um foi notificado na província de Benguela, dois no Cuanza Sul, nove no Zaire e 94 em Luanda.

Os novos infectados estão na faixa etária dos cinco a 71 anos, sendo 54 do sexo masculino e 25 do sexo feminino, todos residentes na província de Luanda, nas localidades de Viana, Cacuaco, Maianga, Talatona, Cazenga, Belas e Kilamba Kiaxi.

Angola soma 4.797 casos positivos, dos quais 176 óbitos, 1.813 recuperados e 2.808 activos. Destes activos, 13 estão críticos com ventilação mecânica invasiva, 15 graves, 37 moderados e 94 com sintomas leves e os restantes assintomáticos.

Os laboratórios processaram 1.500 amostras na base da biologia molecular e detectaram os 79 casos positivos anunciados. Na totalidade, já processaram 88.309 amostras processadas, dos quais 4.797 positivas.

O número de doentes internados a nível do país diminuiu de 484 para 469, com as recuperações registadas nas últimas 24 horas. Nos centros de quarentena institucional oito pessoas tiveram alta, todas na província do Bié, e 677 permanecem nestes locais. À distância, as autoridades sanitárias controlam 5.903 contactos directos e ocasionais dos casos positivos.

A equipa de saúde mental e de intervenção psico-social atendeu 197 pessoas, das quais 40 utentes, 157 técnicos de saúde e 42 famílias de utentes durante e depois do tratamento. Por sua vez, a linha de apoio psicológico assistiu 28 cidadãos.

Nas últimas 24 horas, 82 pessoas ligaram para o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP), para obterem informação sobre a pandemia.

O secretário de Estado deu a conhecer que a taxa de positividade da COVID-19 na base da biologia molecular é de 5.4 por cento. Significa que, em 100 pessoas testadas, cinco tiveram resultado positivo.

No quadro estatístico sobre a pandemia no país, a província do Bengo tem oito casos positivos, dos quais dois óbitos, quatro pacientes recuperados e dois activos. Benguela conta com 62 casos positivos, três óbitos, 11 recuperados e 48 activos. 

A província do Bié soma cinco casos positivos e o mesmo número de activos. Cabinda reportou 103 casos, um óbito, igual número de recuperados e 102 activos. Cuando Cubango detectou dois casos e o mesmo número de óbitos, enquanto a província do Cunene tem três casos e igual número de recuperados. Huambo registou 50 casos, dois óbitos, 24 recuperados e igual número de pacientes activos. Huíla diagnosticou 18 casos, um óbito, três recuperados e 15 activos.

A província do Cuanza Norte reportou 26 casos positivos, um óbito, 24 recuperados e um activo. Cuanza Sul registou cinco casos, um óbito e quatro recuperados. Lunda Norte conta com um caso e uma recuperação e Lunda Sul um caso positivo e activo.

A província de Luanda soma 4.391 infecções, 163 óbitos, 1.658 pacientes recuperados e 2.570 activos. Malanje registou um caso e um recuperado e Moxico conta com três casos e igual número de activos. Uíge reportou um caso positivo e um activo, enquanto o Zaire notificou 116 casos, 78 pacientes recuperados e 47 activos.

A província do Namibe é a única, até ao momento, sem casos de COVID-19.

No âmbito da testagem em massa, 3.000 professores vão ser testados nesta quarta-feira, 30, no Largo das Escolas em Luanda.