Governo
04 Abril de 2021 | 11h04

PRESIDENTE DA REPÚBLICA PARTICIPA NO CULTO ECUMÉNICO DE CELEBRAÇÃO DA PAZ

Mais de 1.500 fiéis de várias denominações religiosas oraram e louvaram pelo décimo nono aniversário do Dia da Paz e da Reconciliação Nacional, este sábado, 3 de Abril, na Cidadela Desportiva, em Luanda.

O culto ecuménico contou com a presença do Presidente da República, João Lourenço, acompanhado da Primeira-Dama, Ana Dias Lourenço, e demais personalidades do Executivo e da sociedade civil.

O ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, também presente no evento, disse que a presença do Presidente João Lourenço reveste-se de suma importância e é um sinal de que a igreja está muito próxima do Estado.

"A celebração da paz é um acto de muita importância para o Estado e deve ser repetida em outras instituições e escolas, para que as crianças saibam a importância desse dia para a estabilidade dos angolanos, para o trabalho e o progresso rumo ao desenvolvimento, assinalou.

O bispo da Igreja Metodista em Angola, Gaspar João Domingos, disse que os angolanos, mais do que olhar para os feitos do Governo ou de qualquer outra entidade, têm de olhar para si mesmos.

Depois de oferecer uma bíblia à Primeira-Dama da República, o líder daquela igreja disse que a Sagrada Escritura é um símbolo de unidade, reconciliação e da comunidade cristã.

A reverenda Deolinda Dorcas Teca, secretária-geral da Conselho das Igrejas Cristãs de Angola(CICA), aplaudiu igualmente a presença do Presidente da República no culto ecuménico e disse ser missão de todos os governantes e governados continuar a velar pela paz duradoura, para um desenvolvimento sustentável do país.

Os líderes religiosos pediram a todos os membros da sociedade angolana para escolherem um dia para rezarem pelos 19 anos de paz, que o país completa neste domingo, 4 de Abril.