Saúde
02 Outubro de 2021 | 12h10

NOVO RECORDE

País regista 829 casos positivos e 19 mortes por COVID-19

Angola voltou a registar uma subida alarmante do número de casos de COVID-19, ao diagnosticar 829 casos positivos pela primeira vez em 24 horas.

Segundo o boletim epidemiológico da Direcção Nacional de Saúde Pública (DNSP) divulgado esta sexta-feira, 1 de Outubro, 648 casos positivos foram diagnosticados em Luanda, 59 no Cuanza Sul, 29 em Cabinda, 24 em Benguela, 24 no Huambo, 11 no Uíge, nove no Cuanza Norte, seis em Malanje, seis no Namibe, Cinco na Huíla, quatro no Zaire, três no Cuando Cubango e um no Bié.

Os infectados, com idades entre os três meses e 90 anos, são 447 do sexo masculino e 382 do feminino.

Quanto ao número de óbitos, ocorreram 19 nas últimas 24 horas, dos quais 12 em Luanda, dois em Benguela, dois em Malanje e um no Bengo, Huambo e no Namibe. Do sexo masculino eram 12 e do feminino sete.

Por outro lado, 129 pessoas ficaram recuperadas da COVID-19, entre elas 57 estão em Luanda, 22 em Benguela, 15 na Huíla, 14 em Cabinda, 10 no Namibe, sete no Cuando Cubango, duas no Cuanza Norte e duas no Huambo, com idades entre um e 77 anos.

O quadro epidemiológico aponta um número cumulativo de 58.076 casos positivos, dos quais 1.567 mortes, 48.079 recuperados e 8.430 activos, incluindo 28 em estado crítico, 41 graves, 190 moderados, 55 leves e 8.116 assintomáticos.

Nos centros de tratamento da COVID-19 encontram-se internados 314 doentes e 118 assintomáticos estão em quarentena institucional e 4.167 contactos directos de casos positivos sob vigilância epidemiológica.

Nas últimas 24 horas, os laboratórios de testagem processaram 5.219 amostras por RT-PCR, que resultou numa taxa diária de positividade de 15.9 por cento.

O registo cumulativo de diagnósticos realizados é agora 1.010.092 amostras processadas até à data e corresponde a uma taxa de positividade de 5.7 por cento.