Governo
06 Abril de 2021 | 14h04

ENI-SPA QUER INVESTIR SETE MIL MILHÕES DE DÓLARES EM ANGOLA

A petrolífera italiana ENI-SPA pretende investir em Angola sete mil milhões de dólares em projectos nas áreas de pesquisa de produção, refinação e de energia solar, nos próximos quatro anos.

A informação foi avançada pelo director executivo da ENI- SPA, Guido Brusco, esta nesta terça-feira, 6 de Abril, depois de ter participado na audiência concedida pelo Presidente da República, João Lourenço, ao Presidente do Conselho de Administração da companhia petrolífera, Claudio Descalzei.


Guido Brusco disse que existem muitas áreas com grande potencial no país para serem exploradas na província de Cabinda onde estão a ser avaliados alguns projectos, e no Namibe onde está previsto um investimento de 50 megabites para substituição de energia eléctrica em energia renováveis.


O responsável disse que os projectos em carteira vão criar vários empregos e poderão ser implementados no primeiro semestre do próximo ano.


A delegação da ENI-SPA abordou igualmente com o Presidente João Lourenço os projectos da companhia petrolífera desenvolvidos nos últimos três anos em Angola, bem como outros projectos em carteira ligados à agricultura e ao sector da saúde, vocacionados à formação de profissionais de saúde dos hospitais públicos.


Ainda no domínio social, Guido Brusco destacou projetos em curso nas província de Cabinda, Huíla e Namibe, tendo beneficiado nesta última província 19 mil pessoas com água potável, energia e serviços de saúde.