17 Outubro de 2020 | 09h10

COVID-19 EM TODOS MUNICÍPIOS DE LUANDA

Angola notifica seis óbitos e 126 novos casos positivos

Angola registou seis óbitos por COVID-19, o maior número diário até ao momento, 126 novas infecções e 84 pacientes recuperados nas últimas 24 horas.

As seis vítimas mortais são de nacionalidade angolana. Uma residia na província de Benguela, duas em Luanda e três na Huíla, sendo quatro homens e duas mulheres, com 29, 51, 57, 60 e 75 anos, segundo o secretário de Estado para a Saúde Púbica, Franco Mufinda, nesta sexta-feira, 16, no habitual ponto informativo sobre a pandemia no país.

No grupo dos 126 novos infectados, 88 são homens e 38 mulheres, com as idades entre três e 68 anos. Os mesmos foram diagnosticados em diferentes províncias nomeadamente, 30 na província do Zaire, cinco na Huíla, três na Lunda Sul, dois em Benguela, igual número no Uíge, Huambo, Cabinda, Cuanza Sul, um caso no Cunene e 80 na província de Luanda, nas localidades de Viana, Maianga, Rangel, Cazenga, kilamba Kiaxi, Talatona, Sambizanga e Cacuaco.

Os 126 novos casos positivos foram detectados num grupo de 2.469 amostras processadas na base da biologia molecular. O total de amostras processadas pelos laboratórios é de 128.827 amostras, das quais 7.222 foram positivas.

Neste momento, o país regista 7.222 casos positivos, dos quais 234 óbitos, 3.012 recuperados e 3.976 activos. Entre os activos, 15 estão críticos, 20 graves, 101 moderados, 415 com sintomas leves e 3.425 assintomáticos.

Nas diversas unidades de tratamento da COVID-19 do país estão 579 doentes internados e permanecem 4.071 contactos directos e ocasionais dos casos positivos em vigilância epidemiológica.

Mais duas pessoas deram entrada nos centros de quarentena institucional, elevando para 356 em acompanhamento e cinco tiveram alta em Luanda.

A equipa de saúde mental e de intervenção psico-social assistiu 128 pessoas, das quais 42 utentes, 86 técnicos de saúde e 59 famílias de utentes. Nas linhas de apoio psicológico foram atendidas 31 pessoas.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 177 pedidos de informação sobre a COVID-19.

Franco Mufinda, ao apresentar o mapa estatístico da pandemia no país, disse que a província de Luanda é a única com casos positivos em todos os seus municípios.

Na província do Bengo os casos positivos estão nos municípios do Dande e Nambuangongo. Em Benguela foram identificados no Lobito, Cubal, Baía Farta e no município sede.

A província do Bié registou casos positivos no Andulo, Kuito e Chinguar. Cabinda notificou em Cacongo e na cidade de Cabinda. No Cuando Cubango o vírus está no munícipio de Menongue, enquanto no Cuanza Norte chegou ao Cazengo e Samba Cajú.

Os casos positivos do Cuanza Sul estão no Sumbe e Libolo. No Cunene os infectados foram registados no município sede, Ombadja e Cuanhama.

As províncias do Huambo, Lunda Sul e Malanje notificaram casos positivos apenas nos seus municípios sede.

No Moxico, os casos positivos estão no município do Alto Zambeze, Lumbala Nguimbo e no Luena.

Na Huíla foram registados casos positivos no Lubango e Quipungo, no Namibe em Moçamedes e no Tômbwa, e na Lunda Norte no Cuango.

A província do Uíge reportou casos positivos no Negage e no munícipio sede, e Zaire no Nzeto, Mbanza Kongo e Soyo.

O secretário de Estado recordou que a partir de segunda-feira, 19 de Outubro, os testes serológicos passam a ser comparticipados e podem ser feito nos locais autorizados.