Saúde
12 Janeiro de 2021 | 10h01

COVID-19

Importação da nova variante está a ser evitada

As autoridades angolanas estão a tomar as medidas adequadas para evitar a importação da nova variante do vírus da COVID-19 para o país, informou a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

Em conferência de imprensa esta segunda-feira, 11 de Janeiro, Sílvia Lutucuta disse que decorre um trabalho de avaliação e monitorização da situação epidemiológica de Portugal, país com a nova variante do vírus e muito visitado pelos angolanos, para se saber a dimensão da sua propagação, que poderá ditar a proibição de voos para o país europeu.

Quanto à actual situação epidemiológica em Angola, alertou que, apesar de se estar a registar um período de desaceleração nas infeções, o impacto da quadra festiva ainda é desconhecido.

"Nos próximos dias os resultados dos testes que estão a ser feitos nos centros sentinelas é que vão dizer como vai a evolução”, disse a ministra, apelando o reforço dos cuidados a nível individual e colectivo.

Por outro lado, Sílvia Lutucuta garantiu que o país está a fazer investimentos no Depósito Central de Luanda e nas demais províncias para garantir uma vacinação segura, com a montagem de sistemas de congelação adequados para a conservação das vacinas.