Saúde
30 Abril de 2021 | 10h04

COVID-19

Angola regista 263 novas infecções e três óbitos

Mais 263 casos positivos de COVID-19 foram diagnosticados pelas autoridades sanitárias nas últimas 24 horas.

Os infectados estão em sete províncias: 235 em Luanda, 12 no Cuanza Norte, seis casos na Huíla, quatro em Cabinda, três no Huambo, dois em Malanje e um no Uíge, com idades entre um mês e 73 anos, sendo 145 do sexo masculino e 118 do sexo feminino.

Em Luanda, as localidades mais acometidas são Belas, Cacuaco, Cazenga, Ingombota, Icolo e Bengo, Maianga, Samba, Sambizanga, Talatona e Viana.

Nas últimas 24 horas, houve também três mortes por COVID-19 na província de Luanda. As vítimas, de nacionalidade angolana, tinham 47, 67 e 83 anos.

Em termos de recuperação, o registo é de 22 pacientes, dos quais 20 na província de Luanda, um na Huíla e outro na Lunda Sul, com idades entre 20 e 88 anos.

O país tem até ao momento um registo de 26.431 casos positivos, dos quais 594 óbitos, 23.606 recuperados e 2.231 activos.

Do conjunto de infectados, nove estão em estado crítico, 15 graves, 86 moderados, 60 leves e 2.061 sintomáticos.

Neste momento, 130 infectados estão internados nos centros de tratamento da COVID-19. Comparando com os registos anteriores, houve uma duplicação de pacientes internados, segundo Franco Mufinda, pelo que apela aos angolanos a reverem a sua conduta preventiva.

Os laboratórios de testagem da COVID-19 processaram 2.923 amostras e a taxa de positividade diária foi de 8.9 por cento.

O registo cumulativo de amostras processadas passou para 499.665 e a taxa cumulativa de positividade para 5.3 por cento.

Nos centros de quarentena institucional são acompanhadas 123 pessoas e 1.575 contactos de casos positivos controlados pelas autoridades sanitárias.

O Centro Integrado de Segurança Pública recebeu 76 chamadas para pedidos de informação sobre a COVID-19 e a equipa de saúde mental e intervenção psicossocial atendeu 56 pessoas.

Nos postos de entrada e saída de Luanda, 911 cidadãos foram testados, sendo 655 do sexo masculino e 256 do sexo feminino. Deste número, nove pessoas testaram positivo.

No aeroporto internacional "4 de Fevereiro”, 36.422 viajantes foram testados após ao desembarque, de 16 de Janeiro até à data, sendo 9.608 do sexo feminino e 26.814 do sexo masculino.

Deste número, 89 cidadãos testaram positivo e mais de 60 já tiveram alta.