Governo
20 Abril de 2021 | 23h04

CHEFES DE ESTADO APELAM RESPEITO AO CESSAR FOGO NA RCA

Os Chefes de Estado e de Governo da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos (CIRGL) apelam aos grupos armados na RCA para não realizarem acções que coloquem em causa o cessar-fogo, devendo respeitá-lo integralmente.

Ao governo da República Centro-Africana(RCA), os Chefes de Estado e de Governo recomendam que leve a cabo a implementação das conclusões dos Chefes de Estado, através de um cessar-fogo, para permitir a criação de um clima favorável à paz e à reconciliação nacional.

A posição dos Chefes de Estado e de Governo da CIRGL consta do comunicado final da II Mini-Cimeira sobre a situação política e de segurança na RCA, realiza esta terça-feira, 20 de Abril, em Luanda.

No comunicado lido pelo ministro das Relações Exteriores, Téte António, foi sublinhada a importância de pôr fim à impunidade na RCA e encorajada as autoridades nacionais a tornar operacional a Comissão da Verdade, Justiça, Reparação e Reconciliação. Igualmente, os líderes da região dos Grandes Lagos reiteraram a condenação dos ataques perpetrados pela rebelião da Coligação dos Patriotas pela Mudança (CPC) e exortaram ao respeito dos compromissos do Acordo Político de Paz e Reconciliação na RCA.

Durante a Mini-Cimeira, os Chefes de Estado e de Governo da CIRGL consideraram necessário o seu engajamento e dos parceiros internacionais na consecução da paz, estabilidade e segurança na RCA, no espírito do roteiro do Diálogo Republicano, bem como o desenvolvimento de um trabalho aprofundado sobre a cooperação transfronteiriça, com vista a estudar os mecanismos que possam permitir uma maior capacidade de controlo do seu território. Além disso, destacaram a importância do apoio da comunidade internacional aos esforços regionais para a paz e estabilidade na República Centro-Africana, nomeadamente na implementação do Acordo Político de Paz e Reconciliação.

Faustin Archange Touadéra foi felicitado pela investidura ao cargo de Presidente da República Centro-Africana, no dia 30 de Março de 2021, e também encorajado a continuar os seus esforços para a restauração da autoridade do Estado em todo o território centro-africano, em prol da paz e do desenvolvimento socioeconómico da RCA.

Por sua vez, Faustin Touadéra comprometeu-se em manter informado os Chefes de Estado e de Governo da CIRGL sobre as conclusões das consultas em curso e os avanços do processo de paz iniciado.

Os Chefes de Estado e de Governo manifestaram o seu sentimento de pesar pelo passamento físico de Idriss Déby Itno, Presidente da República do Tchad, ocorrido na manhã desta terça-feira, no seu país, e apresentaram as suas condolências ao governo e povo chadiano, e à família enlutada.

O comunicado final refere que a reunião dos Chefes de Estado e de Governo da CIRGL decorreu num ambiente de fraternidade e perfeita compreensão. Os presentes agradeceram o Presidente da República de Angola e Presidente em exercício da CIRGL, João Lourenço, pelo "fraterno acolhimento e hospitalidade, bem como pela disponibilidade e empenho no processo de reconciliação e na procura de uma solução pacífica para a resolução do conflito na República Centro-Africana.

A reunião contou com a presença dos Chefes de Estado do Congo, Denis Sassou Nguesso, do Ruanda, Paul Kagame, da RCA, Faustin Archange Touadéra, representantes dos governos do Sudão, República Democrática do Congo e dos Camarões.