Portal Oficial do Governo da República de Angola
Saúde

COVID-19: Casos positivos aumentam para 52

O país registou mais dois casos positivos de COVID-19 por transmissão local. Trata-se de um angolano de 40 anos e de um guineense de 29 anos, ambos residentes no bairro Hoji-Ya-Henda, em Luanda.


Os mesmos cumpriam quarentena institucional e são contactos directos de um dos casos que testou positivo no mesmo bairro.



A informação foi prestada pelo secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, nesta terça-feira, 19, em Luanda, durante o ponto informativo sobre a COVID-19.



Com a notificação destes novos casos positivos, o número aumentou para 52, dos quais 32 activos, 17 recuperados e três óbitos.



No bairro Hoji-Ya-Henda foram colhidas 3.335 amostras em processamento pelo Instituto Nacional de Investigação em Saúde e no Cassenda 160, cujos resultados foram negativos. Por este motivo, foi levantada a cerca sanitária no bairro Cassenda, enquanto nos bairros do Futungo e Hoji-Ya-Henda ainda permanece.



Na totalidade, as amostras processadas são 6.693 amostras, das quais 52 positivas, 6.212 negativas, além de outras 429 em processamento.



Os casos suspeitos investigados perfazem 446, os contactos sob vigilância são 1.176 e os cidadãos em quarentena institucional 1.055. Nas últimas 24 horas, seis tiveram alta, sendo cinco em Cabinda e um em Malanje.



O CISP registou 58 chamadas, duas das quais alertas de casos suspeitos e as restantes foram pedidos de informação sobre a COVID-19.



O secretário de Estado informou que Governo recebeu esta terça-feira mais de 20 toneladas de material de biossegurança e camas hospitalares adquiridos na China.



No âmbito das acções de prevenção e combate à COVID-19, administradores municipais e distritais da província de Luanda e técnicos em saúde pública participam na quarta-feira, 20, numa formação sobre malária, medidas de controlo anti-vectorial e sobre vigilância epidemiológica e laboratorial.